Como funciona o Enem Digital? - Curso Anglo

Como funciona o Enem Digital?

Postado 22 de junho de 2022

Criado em 1998, o Enem é um exame que a princípio possuía como finalidade avaliar o desempenho escolar dos estudantes egressos do Ensino Médio. A partir de 2009, passou a funcionar como um vestibular unificado, e, desde então, consolidou-se como a maior porta de entrada para universidades públicas e privadas das mais diversas áreas do país, democratizando o ingresso de estudantes de escolas públicas no ensino superior. Por meio do SiSU, que se baseia no desempenho obtido na prova do Enem, é possível tanto conseguir uma bolsa de estudo pelo ProUni quanto financiar o curso pelo FIES ou ingressar em uma universidade pública. Recentemente, em junho de 2019, o exame passou por uma nova atualização: o Enem digital. Isso significa que agora os candidatos podem optar por essa nova versão, além da versão tradicional impressa. 

Segundo o INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão promotor do exame, o Enem digital tem como principal objetivo a informatização dos processos, com a finalidade de diminuir as chances de fraudes ou erros nas correções. Além disso, as provas digitais possibilitam uma redução dos custos com papel e mão de obra para a impressão. Por meio do Enem digital, o aluno pode realizar o exame de forma on-line, diretamente pelo computador, mas é importante lembrar que a prova não é acessada a partir da casa do candidato: assim como no modelo tradicional, o candidato realiza a prova digital em instituições selecionadas pelo Inep. 

Se você quer entender melhor como funciona, quais são as vantagens e descobrir outros detalhes sobre o Enem digital, confira as dicas para o Enem que preparamos para você!  

 

O que é Enem digital e Enem impresso? 

Enem digital é a versão informatizada do tradicional Exame Nacional do Ensino Médio. Os candidatos, em vez de resolver as questões em folhas de papel, farão a prova diretamente em um computador em laboratórios de informática de escolas e/ou de universidades públicas ou privadas. Em 2022, tanto a versão impressa quanto a digital serão realizadas nos dias 13 e 20 de novembro e a taxa de inscrição é de R$ 85 para os candidatos que não têm direito à isenção. No momento da inscrição, você deverá escolher entre uma das duas modalidades. É importante ressaltar que tanto no Enem digital ou impresso os conteúdos são os mesmos, e de acordo com o edital Enem digital, o tempo de prova permanece o mesmo para as duas versões: 5 horas e meia no primeiro dia e 5 horas no segundo.  

A nota do Enem digital poderá ser utilizada para ingresso em curso superior, por meio de programas governamentais como o SiSU, ProUni e FIES, assim como no Enem tradicional. Com relação ao conteúdo do Enem digital ou impresso, as frentes cobradas permanecem as mesmas: 

  1. Ciências da Natureza: Biologia, Química e Física; 
  2. Ciências Humanas: História, Geografia, Filosofia e Sociologia; 
  3. Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: Português (interpretação de texto, gramática e literatura), Língua estrangeira, Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação;  
  4. Matemática e suas tecnologias; 
  5. Redação. 

Enem digital ou impresso: por qual devo optar? 

Se você está em dúvida sobre qual modalidade do exame prestar, se o Enem digital ou impresso, a primeira coisa a fazer é buscar pelo edital Enem digital e ler atentamente as instruções sobre essa nova modalidade. Se, por outro lado, você já está bastante acostumado com tecnologias, realizar o exame digital pode ser uma boa opção. Dessa forma, é importante ter bastante habilidade com o uso de computadores e, além de saber usar, é importante que você realmente prefira o formato digital por estar mais habituado com esse modelo. Se você já está acostumado a fazer simulados on-line, o modelo digital pode ser uma boa opção. Duas dicas para o Enem digital muito importantes são as seguintes: 

  1. Resolva provas anteriores do Enem pelo computador: além de visualizar os padrões de apresentação das questões da prova, realizá-la em ambiente virtual ainda te auxiliará a habituar-se com o “clima” do dia da prova. Isto é, você realizará um exame como se fosse para valer, no mesmo tempo e com o mesmo número de questões de uma prova real. 
  2. Mantenha a calma diante de imprevistos: pode ser que no dia acabe a energia ou caia a internet. Não se desespere, ao contrário: procure pensar com antecedência no que você faria em uma situação dessas e verifique no edital do Enem o que a organização prevê para situações desse tipo. Com certeza, haverá alguma possibilidade de travamento do tempo ou entrega posterior da prova. 

A partir das observações que trouxemos, fica claro que só você poderá decidir qual a melhor opção de exame, considerando o seu perfil de vestibulando. Para o ajudar nessa decisão, separamos algumas vantagens de fazer o Enem digital a seguir. Confira! 

 

Qual a vantagem de fazer o Enem digital? 

Depois de tudo que foi apresentado até aqui, deve estar evidente que há benefícios ao optar pela realização do Enem digital. A primeira dentre as dicas para o Enem que vale a pena conferir é a sua maior vantagem: 

  • a comodidade, praticidade e agilidade conferidas por essa nova modalidade de realização do exame, conforme descrito no edital Enem digital.  

Ainda no campo das dicas para o Enem e das vantagens para fazer a sua versão digital está o fato de que, nesse formato, o resultado sai muito mais rápido, o que é particularmente tranquilizador para quem fica muito ansioso durante a expectativa de publicação da nota dos candidatos. Além disso, esse modelo é muito mais sustentável, uma vez que dispensa a impressão dos cadernos de provas. 

Portanto, podemos dizer que fazer o Enem digital traz diversas vantagens, mas pode também representar um desafio para quem não estiver familiarizado com o formato. Pense com carinho a respeito, identifique qual é o seu caso e, claro, conte sempre conosco para poder escolher sem medo. 

Até mais! 

 

Assine nossa newsletter

Newsletter