O que são questões interdisciplinares?

As questões interdisciplinares começaram a ganhar espaço nos exames de vestibular depois que as universidades entenderam o perfil de estudante que desejam ter em suas instituições. Você deve ter se perguntado: e quais seriam essas características esperadas?  

Mais do que saber os conteúdos estudados, as faculdades querem que os candidatos saibam pensar de maneira contextualizada e que possuam a habilidade de recuperar os assuntos estudados no ensino médio ao se depararem com perguntas relacionadas ao cotidiano e a mais de uma área do conhecimento a fim de que, ao serem aprovados, aproveitem de maneira global o ensino superior. Em resumo, elas têm a intenção de aprovar não aquele aluno que sabe tudo sobre uma coisa só, mas aquele que, mesmo com mais facilidade em algumas disciplinas, consegue aproveitar tudo que sabe e é necessário para solucionar uma questão. 

Você já ficou preocupado com as questões interdisciplinares Fuvest e as questões interdisciplinares Unicamp, além das de outros vestibulares? Calma, pois vamos lhe explicar melhor esse assunto nos próximos tópicos. Confira! 

Como são as questões interdisciplinares nos vestibulares? 

As questões interdisciplinares, geralmente, abordam uma situação comum em seu texto, possuem mais de uma possibilidade de caminho lógico para se chegar à resposta correta e necessitam do apoio simultâneo dos conhecimentos de mais de uma área de estudo. Nesse sentido, os estudantes precisam ser capazes de misturar aquilo que aprenderam em mais de uma disciplina tradicional escolar, complementando o processo com a incorporação dos seus saberes empíricos. 

O objetivo de cobrarem esse tipo de questão é fazer os estudantes compreenderem o quão amplo é tudo que nos cerca, visto que os conflitos e situações mais simples da vida são interdependentes e precisamos mobilizar muitas áreas distintas de modo simultâneo durante o nosso dia a dia. Isso faz os candidatos, enquanto se preparam para as provas, também se preparem para as vivências que poderão ter ao longo de sua existência. Além disso, as questões interdisciplinares exigem contato com informações diversificadas oferecidas nos mais diversos formatos em revistas, jornais, internet, rádio, tv etc. e a habilidade de integrá-las aos seus conhecimentos teóricos. 

É estar preparado para: 

  • aproveitar o que viu nas aulas de história sobre o século XIX e as suas experiências sobre viver em sociedade ao se deparar com uma questão de literatura, envolvendo alguma obra de Machado de Assis; 
  • recuperar as dicas de português, sobre interpretação de texto verbal e não verbal, ao analisar uma imagem; associando-a, ao mesmo tempo, aos conceitos técnicos aprendidos em artes e ao contato que já teve com obras artísticas; 
  • utilizar o que sabe sobre interpretar gráficos matemáticos e pesquisas científicas, enquanto faz uma análise comparativa que envolve biologia e química. 

Então, para responder a uma questão desse tipo, o vestibulando não pode se apegar apenas a uma única teoria, precisa associá-la a outros conceitos teóricos estudados durante as aulas e, quase sempre, complementá-la com o seu conhecimento de mundo. Falando assim pode até parecer mais difícil uma prova que privilegia questões interdisciplinares, mas podemos garantir que não é bem assim. Na verdade, esse formato colabora para encontrarmos a alternativa correta com mais facilidade caso estejamos numa situação de dúvida entre mais de um item, visto que poderemos nos direcionar por mais de um conteúdo específico. 

Bom, quer ficar ainda mais preparado e confiante? Acompanhe as próximas linhas em que falaremos tudo que precisa saber para identificar uma questão interdisciplinar! 

Como identificar uma questão interdisciplinar? 

Ao se preparar para as provas dos mais variados vestibulares, com certeza, você já deve ter se deparado com alguma pergunta que te deixou confuso sobre em qual “caixinha” de disciplina escolar encontrar a resposta. Enquanto analisava as informações e comandos do enunciado, percebeu que a tarefa poderia ser muito mais complexa, pois notou que havia pontos relacionados à biologia, outros à matemática e, ainda, mais alguns à história.   

Isso ocorreu porque você percebeu que o enunciado exigia mais que encontrar uma “caixinha”, era necessário mesclar conceitos sobre a mesma temática das três disciplinas para interpretar e responder ao teste. Assim, podemos afirmar que nessa situação houve a presença de uma questão interdisciplinar. 

Na Fuvest, vestibular para ingresso na Universidade de São Paulo (USP), a maioria das questões são conteudistas, ou seja, é cobrada de maneira bem específica a teoria de uma área do conhecimento a cada pergunta, o que exige do candidato muito domínio dos conceitos e que possua boa habilidade de leitura e de interpretação dos enunciados. Na Comvest, forma de ingresso na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), as provas são elaboradas e organizadas de maneira diferente da Fuvest, possuindo uma avaliação mais inovadora; entretanto, a maior parte delas são conteudistas assim como no vestibular feito para a entrar na USP. 

Além desse formato mais tradicional, há algumas perguntas que são interdisciplinares. Dessa forma, nos dois vestibulares, você encontrará questões interdisciplinares Fuvest e questões interdisciplinares Unicamp, talvez ter essa informação possa trazer preocupação ao estudante, porém não precisa ser assim para aquele vestibulando que tem um bom planejamento.  

O ponto de atenção é entender que em sua preparação não podem faltar estudos que permitam a conscientização de que muitos temas possuem perspectivas diferentes nas várias disciplinas escolares e aprender a construir a relação necessária para visualizar a alternativa correta ou dissertar com excelência sobre o assunto de modo interdisciplinar. Podemos garantir que, quanto mais diversificado o seu estudo for e mais simulados realizar, essa modalidade de pergunta não será um problema.  

Agora você já sabe: não se preocupe em identificar se a questão é interdisciplinar, foque em um estudo de qualidade para responder a qualquer tipo de pergunta que esteja nas avaliações. E vale lembrar que aqui no Anglo isso é possível se realmente estiver disposto a fazer o que for preciso para alcançar a aprovação no vestibular. 

Até mais! 

COMPARTILHE

MATÉRIAS RELACIONADAS

5 motivos para fazer simulados

Podemos afirmar que para ser aprovado nos maiores vestibulares do país é necessário praticar muito. E nada melhor para essa tarefa do que realizar avaliações anteriores.

Leia mais

8 dicas para manter o foco nos estudos

Focar nos estudos para o vestibular nem sempre é fácil, principalmente, quando não foi construída uma rotina adequada. Assim, muitos vestibulandos têm dificuldades para manter....

Leia mais

5 dicas para ir bem no Enem 2022

O ano do Enem 2022 chegou e, junto a isso, cresce a preocupação com a preparação que precisa ser feita até o dia da prova. Alguns vestibulandos analisam as suas possibilidades de aprovação...

Leia mais

Como as fake news podem afetar os estudos?

Fake news tem relação com os estudos? Sim, considerando que você prestará vestibular e precisará de um amplo repertório sociocultural e apoiar-se em fake news, pode prejudicar significativamente

Leia mais

Como ingressar na Unesp?

As opções de ingresso para a Unesp são por meio da realização das provas do seu vestibular tradicional e pelo processo seletivo Unesp-Enem.

Leia mais

Como ingressar na Unicamp?

A UNICAMP é considerada uma das melhores universidades da América Latina, segundo o resultado publicado pelo ranking latino-americano do THE.

Leia mais

O que é e como funciona o SiSU?

Por meio dele, as instituições públicas de ensino superior disponibilizam as suas vagas para os candidatos que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) se inscreverem.

Leia mais

O que é MME Einstein?

As MME do Albert Einstein avaliam as competências socioemocionais que a instituição enxerga como necessárias para o aluno de medicina, por exemplo, princípios éticos, comunicação eficiente.

Leia mais

Como é estudar na Unicamp?

Além de ser bem avaliada pelos centros de pesquisa dos rankings nacionais e internacionais, a universidade possui uma excelente reputação entre os alunos.

Leia mais

Como ingressar na USP?

A Universidade de São Paulo (USP) está em 2º lugar no ranking latino-americano do Times Higher Education (THE) de 2021, um dos principais indicadores de qualidade da educação superior no mundo.

Leia mais

Como usar a nota do Enem?

Com certeza, se você quer usar a sua nota do Enem 2021 para entrar em alguma universidade pública ou privada, precisa conhecer quais as suas opções após o resultado da prova.

Leia mais

Como se preparar para Fuvest?

Dependendo da opção de curso, você pode se deparar com uma grande concorrência. Então, para vencer esse obstáculo, é essencial que você se destaque.

Leia mais

5 dicas para fazer uma boa redação!

Você já parou para pensar o porquê de a redação em qualquer vestibular ser tão valorizada e, em muitos casos, possuir grande potencial para eliminar o candidato da disputa pela vaga dos sonhos?

Leia mais

Saiba como ir bem no ENEM!

O ENEM é uma das avaliações mais importantes do Brasil, por ser uma das principais formas de ingresso às universidades nacionais e uma das alternativas para instituições portuguesas

Leia mais

5 dicas para não reprovar no vestibular

Você sabia que desde 1911 que os exames para ingressar em universidades é obrigatório? A partir dessa mudança que as avaliações foram estruturadas e aperfeiçoadas a cada ano com o intuito de

Leia mais

Por que fazer curso pré-vestibular?

Para quem tem o objetivo de prestar vestibular com o intuito de ser aprovado em uma universidade na sua primeira opção de curso, ter disciplina e organização durante todo o processo de

Leia mais