Quais tipos de redação podem ser cobrados nos vestibulares?

Se está se preparando para o vestibular, já deve ter percebido que nem todos os processos seletivos cobram o mesmo tipo de redação. Isso pode preocupar um pouco qualquer estudante, pois é necessária muita dedicação aos estudos para se sentir seguro no momento de realização dos exames. Assim, você pode se perguntar como dar conta de estudar e de aprender com excelência cada uma das possibilidades. 

Antes de falarmos mais sobre o assunto, precisamos destacar o ponto fundamental sobre se preparar para escrever uma boa redação de qualquer tipo: ler e praticar. Ao ter acesso à informação e ao conhecimento, o mais importante é elaborar um planejamento e partir para a ação. 

Quer saber quais são os tipos de redação para que consiga elaborar um bom texto? Fique por aqui que vamos ajudar você a compreender o que precisa para se sair bem ao escrever as produções exigidas nos vestibulares. 

Quantos tipos de redação existem? 

Quando pensar em qual tipo de redação será cobrado no vestibular para o qual realizará o processo seletivo, é necessário estar ciente sobre o tipo de texto que esse exame pode utilizar. Existem 5 possibilidades diferentes (redação narrativa, redação descritiva, texto dissertativo-argumentativo, texto injuntivo e texto dissertativo-expositivo) e inúmeros gêneros textuais em que eles podem ser aplicados. Por esse motivo, o que precisa ser entendida é a maneira de escrever corretamente considerando a tipologia textual adequada para aquela produção proposta entre essas 5 possibilidades. 

Compreendido isso, veja os cinco tipos de textos que podem ser cobrados no vestibular a seguir.  

  1. Narrativo: a redação narrativa tem o objetivo de contar uma história. Para se enquadrar nessa tipologia, o texto precisa apresentar acontecimentos e ações que envolvem personagens evidenciando o recorte temporal e o espaço em que os fatos ocorrem. Além disso, o enredo deve ser contado por um narrador que pode ou não ser um personagem da narrativa. Uma dica é verificar se o seu texto responde a algumas perguntas: O que acontece? Quem são os personagens envolvidos? Quando a história acontece? Onde a narrativa se passa (local físico ou psicológico)? Por quem a história é contada? 
  2. Descritivo: a redação descritiva possui o intuito de apresentar as características de algo ou de alguém, ou seja, permitir que o leitor visualize e compreenda o que está sendo retratado mesmo que não esteja vendo. Essa descrição pode ser realizada de forma objetiva (sem juízo de valor) ou de forma subjetiva (percepção pessoal).
  3. Dissertativo-argumentativo: a intenção do texto dissertativo-argumentativo é argumentar, ou seja, defender um ponto de vista por meio de argumentos e justificativas que tornem mais consistente a perspectiva apresentada sobre o assunto. Algo importante é evidenciar dados, estatísticas, exemplos concretos, falas de autoridade para que o seu texto possua uma fundamentação teórica e não pareça apenas uma opinião pessoal sem qualquer aprofundamento, o fundamental é deixar claro o quanto sabe sobre o assunto e que possui condições de persuadir o leitor por meio dos seus conhecimentos e opiniões. 
  4. Dissertativo-expositivo: o propósito desse tipo de redação é apresentar informações de maneira imparcial sobre determinado assunto. No texto dissertativo-expositivo, não há qualquer interesse em convencer o leitor sobre um ponto de vista, aqui se busca juntar elementos e mostrar de modo coerente tudo que sabe sobre o assunto para informar a quem fizer a leitura do texto. 
  5. Injuntivo: a finalidade desse tipo de texto é dar instruções ou ensinar alguém a realizar alguma tarefa. Costuma ter um passo a passo de tudo que precisa ser feito, como deve ser feito e quais instrumentos serão necessários durante o processo para que o leitor possa partir para a ação e obtenha um resultado positivo ao cumprir cada comando com excelência. Considerando isso, quem escreve precisa ser claro e objetivo para não deixar o leitor com dúvidas ou causar um erro de interpretação das instruções dadas. 

Agora você deve estar se perguntando como saberá qual tipo de texto utilizar ao ler a proposta de redação. Será necessário estudar os gêneros textuais mais recorrentes nos exames e treinar muito a fim de internalizar corretamente as características de cada um. Em cada tipologia, há os gêneros textuais mais comuns nos processos seletivos de ingresso no ensino superior. Veja: 

  • Redação narrativa: crônica, conto, fábula, novela etc. 
  • Texto dissertativo-expositivo: palestra, entrevista, seminário etc. 
  • Redação descritiva: diário, notícia, biografia etc. 
  • Texto injuntivo: propaganda, manual de instrução, receita, regulamento, bulas de remédio etc. 
  • Texto dissertativo-argumentativo: artigo de opinião, resenha, redação dissertativa-argumentativa, carta argumentativa, carta do leitor etc. 

O tipo de redação mais recorrente é o texto dissertativo-argumentativo. Isso porque a maioria dos vestibulares pretendem avaliar a capacidade do estudante em construir de maneira coerente e coesa uma argumentação bem estruturada, com base em seus conhecimentos empíricos e teóricos que foram adquiridos durante a sua vida escolar. Apesar dessa recorrência, ressaltamos que é válido se atentar ao edital de cada processo seletivo para elaborar um planejamento adequado para os seus estudos de redação. 

Outro ponto essencial é entender que cada um dos exemplos de gênero textual pode usar mais de um tipo de redação em sua composição, mas que sempre existirá aquele que é considerado predominante. Então, fica clara a importância de aprender com qualidade cada um dos 5 tipos de textos para escrever bem qualquer proposta de redação. Depois de toda essa explicação, pegue seu material e comece a escrever! 

Até mais! 

COMPARTILHE

MATÉRIAS RELACIONADAS

5 motivos para fazer simulados

Podemos afirmar que para ser aprovado nos maiores vestibulares do país é necessário praticar muito. E nada melhor para essa tarefa do que realizar avaliações anteriores.

Leia mais

8 dicas para manter o foco nos estudos

Focar nos estudos para o vestibular nem sempre é fácil, principalmente, quando não foi construída uma rotina adequada. Assim, muitos vestibulandos têm dificuldades para manter....

Leia mais

5 dicas para ir bem no Enem 2022

O ano do Enem 2022 chegou e, junto a isso, cresce a preocupação com a preparação que precisa ser feita até o dia da prova. Alguns vestibulandos analisam as suas possibilidades de aprovação...

Leia mais

Como as fake news podem afetar os estudos?

Fake news tem relação com os estudos? Sim, considerando que você prestará vestibular e precisará de um amplo repertório sociocultural e apoiar-se em fake news, pode prejudicar significativamente

Leia mais

Como ingressar na Unesp?

As opções de ingresso para a Unesp são por meio da realização das provas do seu vestibular tradicional e pelo processo seletivo Unesp-Enem.

Leia mais

Como ingressar na Unicamp?

A UNICAMP é considerada uma das melhores universidades da América Latina, segundo o resultado publicado pelo ranking latino-americano do THE.

Leia mais

O que é e como funciona o SiSU?

Por meio dele, as instituições públicas de ensino superior disponibilizam as suas vagas para os candidatos que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) se inscreverem.

Leia mais

O que é MME Einstein?

As MME do Albert Einstein avaliam as competências socioemocionais que a instituição enxerga como necessárias para o aluno de medicina, por exemplo, princípios éticos, comunicação eficiente.

Leia mais

Como é estudar na Unicamp?

Além de ser bem avaliada pelos centros de pesquisa dos rankings nacionais e internacionais, a universidade possui uma excelente reputação entre os alunos.

Leia mais

Como ingressar na USP?

A Universidade de São Paulo (USP) está em 2º lugar no ranking latino-americano do Times Higher Education (THE) de 2021, um dos principais indicadores de qualidade da educação superior no mundo.

Leia mais

Como usar a nota do Enem?

Com certeza, se você quer usar a sua nota do Enem 2021 para entrar em alguma universidade pública ou privada, precisa conhecer quais as suas opções após o resultado da prova.

Leia mais

Como se preparar para Fuvest?

Dependendo da opção de curso, você pode se deparar com uma grande concorrência. Então, para vencer esse obstáculo, é essencial que você se destaque.

Leia mais

5 dicas para fazer uma boa redação!

Você já parou para pensar o porquê de a redação em qualquer vestibular ser tão valorizada e, em muitos casos, possuir grande potencial para eliminar o candidato da disputa pela vaga dos sonhos?

Leia mais

Saiba como ir bem no ENEM!

O ENEM é uma das avaliações mais importantes do Brasil, por ser uma das principais formas de ingresso às universidades nacionais e uma das alternativas para instituições portuguesas

Leia mais

5 dicas para não reprovar no vestibular

Você sabia que desde 1911 que os exames para ingressar em universidades é obrigatório? A partir dessa mudança que as avaliações foram estruturadas e aperfeiçoadas a cada ano com o intuito de

Leia mais

Por que fazer curso pré-vestibular?

Para quem tem o objetivo de prestar vestibular com o intuito de ser aprovado em uma universidade na sua primeira opção de curso, ter disciplina e organização durante todo o processo de

Leia mais