5 maneiras de lidar com a pressão em vestibulares - Curso Anglo

5 maneiras de lidar com a pressão em vestibulares

Postado 22 de junho de 2022

Durante o período pré-vestibular é muito comum que os estudantes manifestem sentimentos de ansiedade e insegurança. O estresse causado por uma intensa rotina de estudo e as demandas do cursinho pré-vestibular são, muitas vezes, causa de grande preocupação entre os pré-vestibulandos. É compreensível que esses sentimentos surjam, afinal não é fácil passar horas fazendo exercícios, renunciar a certas atividades de lazer, ter muitas aulas em sequência, sentir-se pressionado e repleto de dúvidas, medos e inseguranças. Segundo a psicóloga do Curso Anglo, Mayra Temperine: “O ano de vestibular é um ano de intenso trabalho intelectual, portanto, muito cansativo. E mesmo o aluno mais dedicado não tem garantias de que seus estudos resultarão em aprovação”. Por isso, não devemos negligenciar a importância da saúde mental durante esse período. 

Do mesmo modo, é muito importante aprendermos a lidar com sentimentos aflitivos para que a concentração e o foco nos estudos não sejam afetados, além de servir para manter a qualidade de vida, já que esses sentimentos também podem se manifestar fisicamente, como dores no corpo e de cabeça. Pensando nisso, separamos algumas dicas para você aprender a lidar melhor com a pressão dos estudos, de forma a manter uma rotina de estudo saudável e produtiva, principalmente para aqueles que cursam o semi-intensivo, que exige uma rotina de estudos mais dinâmica. 

Se você quiser saber mais sobre como colocar em prática dicas para se concentrar nos estudos, vem com a gente! 

 

Como lidar com a pressão dos estudos? 

Cobrança de familiares, autocobrança, competitividade e comparação com outros estudantes são fatores que afligem a saúde mental de grande parte dos estudantes de cursinho pré-vestibular. É importante ter em mente que não basta apenas manter uma rotina de estudo regrada e os conteúdos das matérias em dia, é preciso cuidar da saúde mental para garantir que aspectos emocionais não comprometam seu desempenho no momento da realização das provas. Mais do que isso: ninguém merece viver em constante tensão, certo? A saúde física pode ser comprometida por esse tipo de sentimento. Por esse motivo, separamos 5 dicas práticas sobre como você pode amenizar esses sentimentos  

  1. Valorize sua trajetória e tudo o que você já construiu: os sentimentos aflitivos, muitas vezes, são desencadeados por percepções negativas que temos a respeito de nós mesmos. Por isso, é importante que você também reconheça suas conquistas e todo o empenho que você dedicou ao longo de sua trajetória escolar. Pense a respeito de tudo o que você já realizou, das boas notas que já tirou ou dos elogios que recebeu de colegas ou de professores. Isso te ajudará a ter uma percepção mais realista acerca de si mesmo, e afastará — ainda que momentaneamente — sentimentos ruins.  
  2. Mantenha o foco no agora: preocupações a respeito do futuro são comuns, principalmente durante o período de um cursinho pré-vestibular, quando estamos diante de provas importantes. Mas, entenda, é importante que você não deixe que a preocupação excessiva sobre o futuro o prejudique. Uma das melhores formas de controlar a ansiedade é focar no presente, no aqui e agora. Sempre que você perceber que está se preocupando demais com possíveis cenários futuros, como não ser aprovado nos vestibulares, foque no momento presente e no que pode ser feito no agora. Práticas como meditação e “mindfulness” são duas valiosas dicas para se concentrar nos estudos que podem te ajudar a manter o foco no presente. 
  3. Seja consciente acerca de suas emoções: durante a correria do dia a dia, muitas vezes sequer prestamos atenção ao que estamos sentindo. Por essa razão, é importante perceber os momentos em que estamos estressados, ansiosos ou angustiados. Quando observamos nossas emoções, conseguimos entender melhor quais são suas causas e podemos avaliar se são válidas ou não. Por exemplo, você percebe que está inquieto ao tentar redigir uma redação e começa a ficar ansioso por pensar que é incapaz de escrever? Será que essa é uma concepção verídica sobre si mesmo? Certamente você já escreveu muitos textos na vida e esse é só mais um. Ao avaliar a validade ou não de um pensamento que gera certo tipo de sentimento, você poderá se surpreender ao perceber o quanto nos autossabotamos.
  4. Reserve um tempo para você: manter uma rotina de estudo é muito importante para garantir um bom desempenho nas provas, principalmente para aqueles que optaram pela modalidade de cursinho semi-intensivo, que exige maior foco para acompanhar os conteúdos. Mas não adianta manter uma rotina regrada se você não dedica um tempo de qualidade para você. É preciso também que você cuide de sua saúde e bem-estar, por isso é importante relaxar e não deixar de fazer algo de que você goste. Praticar exercícios físicos, cuidar do seu sono, manter uma alimentação balanceada e ter momentos de lazer é crucial para o processo de aprendizagem. Lembre-se, corpo são, mente sã!
  5. Aprenda a identificar seus limites e saiba quando procurar ajuda profissional: alunos de curso como o semi-intensivo podem vivenciar momentos de tensão por conta da rotina de estudos mais puxada. Por isso, caso você perceba que a sensação de cansaço já se tornou extrema fadiga ou se a desmotivação e ansiedade forem recorrentes, de modo a prejudicar sua rotina, é importante procurar ajuda profissional ou consultar um psicólogo.  

 

Esperamos que essas dicas para se concentrar nos estudos, a partir de um olhar mais cuidadoso para sua saúde mental, tenham sido úteis e que possam o ajudar, seja você um aluno de modalidade semi-intensivo ou extensivo. Respire fundo e bons estudos! 

 

Até mais! 

Assine nossa newsletter

Newsletter